terça-feira, 17 de agosto de 2010

Diário de Bordo Cabo Verde - 14.08.2010

É Sábado, e ainda com muito sono tivemos que nos preparar para um novo dia. Já ambientados ao local e às pessoas, era tempo de conhecer a representante portuguesa em São Vicente (a “cônsul portuguesa” como carinhosamente é tratada pelos cabo-verdianos). Encontrámo-nos com um grupo de portugueses que também veio em missão, na paróquia do Bom-Pastor, e ouvimos umas pequenas palavras da nossa conterrânea. Esta apresentou-nos a proposta de construir uma casa a uma família carenciada, o que aceitamos sem hesitar. O Padre Jorge, no regresso à escola, aproveitou para nos mostrar os lugares mais carenciados da ilha. De tarde, alguns de nós foram ver o local de construção da possível casa. Mais tarde foi realizada uma reunião entre nós e os animadores da escola de Verão para prepararmos o acampamento à Ilha de Santo Antão (ateliês, jogos, etc.) Depois de um lanche reforçado houve ainda tempo para uma “peladinha” entre o clã, o que fez com que houvesse convívio entre todos (azar dos azares foi o facto do Helder ter torcido o joelho, mas nada de grave  ). No final da noite deu-se a visita à praceta nova (local onde todos os cabo-verdianos da ilha de São Vicente se juntam para tertúlias, conversas, convívios, brincadeira, etc.)

1 comentário:

  1. O amarelo é mesmo bonito ;)fica-vos tão bem :))

    ResponderEliminar